quarta-feira, 4 de maio de 2011

"O Mar de Monstros" de Rick Riordan

.o. O Mar de Monstros.o. 
Rick Riordan 


RIORDAN, Rick. O Mar de Monstros. 1. ed. Rio de Janeiro: Intrínseca. 2009. 286 p.

SOBRE O AUTOR
Rick Riordan é americano, professor de inglês e história e tinha 44 anos quando a primeira edição de "Ladrão de Raios" foi lançada. Já era autor de livros adultos antes de escrever a série em questão. Sua inspiração veio de seu filho que pediu que contasse os mitos gregos para ele antes de dormir. Quando esgotou o repertório o pequeno reclamou e perguntou se ele não poderia inventar mais algumas. E foi por causa de seu filho (porém não sei se o mesmo), que também passava por esses problemas, que teve a idéia de Percy ser dislexico e ter déficit de atenção. De acordo com o que diz, foi a forma que encontrou para homenagear todas as crianças que conheceu com essas condições.

SOBRE O LIVRO
     Neste segundo livro da série, Persy tem novos colegas de classe. Colegas de classe que acabaram fazendo um jogo de queimada realmente queimar, já que ficaram atirando bolas de fogo na direção de Persy e de seu amigo Tyson. E é por isso que Anabeth vai ao encontro deles e os acompanha antes do esperado para o Acampamento Meio Sangue (Sim, os dois. Vocês não queriam que Persy abandonasse Tyson com aqueles seres mitológicos malucos que se disfarçaram de adolescentes né?) e acabam encontrando o lugar num estado terrível e Persy também descobre um pequeno detalhe sobre Tyson que lhe havia passado despercebido, bom, ele não é tão... hum... ordinário como ele imaginara.
     E mais uma vez, Percy é acompanhado de Grover e Annabeth, mas desta vez tem também a companhia de Tyson quando parte em busca do que pode ser a única salvação do acampamento e que está no meio do Mar de Monstros. Como o nome já diz, um lugar habitado por monstros que causam muitos problemas aos navegantes que entram em suas águas. Mas atravessá-lo não deve ser problema para filhos de Poseidon, certo?
     É um livro com um bocado de reviravoltas e surpresas. Uma leitura muito divertida e gostosa, sem dúvida! E a história é boa não só pelo livro em si, mas também é uma boa continuação do primeiro e deixa aquela pulguinha atrás da orelha incomodando pra que a gente logo leia o terceiro da série.

FRASES 
“Minha mãe fez waffles azuis com ovos azuis para o café da manhã. Isso faz dela uma pessoa engraçada, comemorar ocasiões especiais com comida azul. Acho que é o jeito dela de dizer que tudo é possível." p.12

"[...] havia uma ponte de corda em cima de um precipício, o que não era bom sinal. É quase o mesmo que pendurar um cartaz dizendo: ALGO MALIGNO VIVE AQUI." p.209

Um comentário:

  1. sou louca p ler esses livros pena que o filme deiou a desejar

    ResponderExcluir

Related Posts with Thumbnails